Blog

Blog

Psicose e abuso de drogas

Editor do Portal 13 de agosto de 2012 Blog, Multimídia 6 comments
featured image

O vídeo traz um bate papo entre o Dr. Drauzio Varella e o psiquiatra Rodrigo Bressan, comentando sobre os efeitos das drogas na psicose, particularmente na esquizofrenia, e o quanto isto repercute no tratamento com medicamentos.

6 comments

claudia - 13 de agosto de 2012

Ola, Dr Leoanardo Palmeira, Muito Obrigada pelo site!

sanna lisarb da silva - 13 de agosto de 2012

essa palestra foi muito esclarecedora para mim,principalmente quando fala que tem que tomar o remedio mesmo quando a crise acabou, eu estou nesta fase ja faz 3anos que não dou crise alguma e continuo tomando os remedios.

nazareth - 15 de agosto de 2012

Achei muito interessante essa reportagem , mas gostaria de saber mais o que pode acontecer com um esquizofrênico hebefrênico que toma os remédios e também usa droga,
Sei que o melhor seria não usar droga, mas infelizmente ele teve recaída, mas mesmo assim usa o medicamento, é melhor usar o medicamento ou não??

Leonardo Palmeira - 17 de agosto de 2012

Nazareth, o melhor é que ele continue com o tratamento e com a medicação, mesmo que esteja usando drogas, e que isto seja levado ao conhecimento da equipe que trata dele para um melhor encaminhamento do caso. Um abraço!

Antonio - 22 de agosto de 2012

Da minha parte, creio que se o indivíduo abusa de substâncias ele deve continuar tomando a medicação da melhor forma possível, porém, acho que se deva aguardar passar o efeito da da substância da qual é dependente para que se possa tomar o medicamento sem que haja uma interferência forte da droga na medicação. Por exemplo, já ouvi dizer que o álcool mantém efeitos por cinco dias ou mais, no entanto não seria necessário aguardar esses cinco dias, depois de uma bebedeira, para que tomasse a medicação, acho que por volta de 12 a 24 horas depois que parou de ingerir o álcool, dependendo da quantidade que ingeriu, se pouco, moderado ou muito, isso pode ser o suficiente. Quanto a dar continuidade com a medicação depois de tempos que a crise acabou, eu posso citar que já estive em situação muito boa por anos e continuei a medicação sem duvidar se era o certo, e, depois os momentos bons se passaram, voltei a fazer uso do álcool e tudo foi piorando mas, ainda assim continuei com a medicação regularmente. Caso eu tivesse parado com a medicação em qualquer período, tenho certeza de que as ocisas seriam piores e por outro lado, creio que se eu parar com a medicação, mesmo que na melhor fase em que eu me encontrar, rapidamente a doença tomará ocnta e virá com muita força. O medicamento é o controle, não creio em cura para a esquizofrenia.

isara - 5 de setembro de 2012

tenho um filho com esquizofrenia.esta tomando agora o saphris me parece que esta menos ansioso,mas ele .usa canabis.osr acha que ele pode vir a melhorar mesmo com esse vicio.ja fazem dois anos que estou numa luta enorme por favor digam alguma coisa obrigada isara.

Add your comment