Blog

Blog

Entrelaços 2017: Recuperação e empoderamento da família e dos pacientes para uma nova abordagem na saúde mental.

Editor do Portal 24 de dezembro de 2017 Artigos, Blog, Depoimentos, Multimídia 1 comment
featured image

Assista aos vídeos do encontro deste ano do Programa Entrelaços na íntegra, onde são abordados o papel da família, do paciente e do sistema de saúde dentro de um novo paradigma, o da recuperação pessoal. Descubra a força dos grupos de apoio entre pares e como eles ajudam as famílias e os pacientes na busca por maior capacitação, empoderamento e resiliência, culminando na recuperação de todos para uma vida mais ativa, digna e com qualidade dentro de sua comunidade.

O programa Entrelaços é um programa de psicoeducação do Setor de Terapia de Família do Instituto de Psiquiatria da UFRJ (IPUB) que vem formando grupos de apoio entre pares na comunidade para as pessoas que convivem com transtornos mentais severos desde 2011, contando hoje com 5 grupos comunitários na cidade do Rio de Janeiro.

Neste evento três mesas redondas debateram o tema da recuperação pessoal e do empoderamento do ponto de vista dos familiares, dos pacientes e do sistema de saúde.

Houve também apresentação musical com os músicos dos grupos Harmonia Enlouquece e Bandazê e com integrantes do grupo Mentes em Ação, grupo de apoio do Centro do Rio.


Mesa 1 – Suporte entre pares: experiências dos grupos comunitários de família.

DSC_1008

Os coordenadores de grupo e familiares falaram de suas experiências na coordenação ao longo do ano e do desenvolvimento de uma expertise de como lidar com os problemas do dia-a-dia, buscando soluções conciliatórias, capazes de reduzir a sobrecarga e aproximar as relações familiares. Foi dada ênfase na importância da construção de uma rede de apoio social e comunitária, que incluísse também atividades culturais e de lazer.

Participaram da mesa, coordenada pela psicóloga do Entrelaços, Olga Leão, Nora Lanari (grupo Abra Sua Mente – Tijuca), Luisa Lins (grupo Mentes em Ação – Centro), Clarice Nunes (grupo É Possível! – Catete), Kathiuska Alvarez (grupo Construindo Horizontes – Botafogo) e Ana Maria Marinho e Silva (grupo Trilhando Caminhos, grupo volante de atividades de lazer e cultura).

Assista ao vídeo da Mesa 1!


Mesa 2 – Empoderamento e recuperação em saúde mental: experiências pessoais.

DSC_0012

Nesta mesa em formato “talk-show” o psiquiatra do Entrelaços, Leonardo Palmeira, pergunta aos pacientes em recuperação como foi para eles o processo de tomada de consciência, a busca pelo tratamento e por hábitos mais saudáveis de vida e bem estar, culminando em uma participação mais ativa em sua comunidade, seja através do trabalho, de maior autonomia ou de iniciativas que os empoderam.

Participaram da mesa Gustavo Meano (coordenador do grupo Mentes em Ação – Centro), Liana Muniz (participante do grupo Construindo Horizontes – Botafogo), Tiago Lins (participante do grupo Mentes em Ação – Centro), Santiago Santa Anna (participante do Projeto Possibilidades, de inserção no mercado de trabalho) e Mariah das Neves (participante do grupo Entrelaços de 2017, no IPUB).

Assista ao vídeo da Mesa 2!


Mesa 3 – Um novo paradigma para a rede de assistência à saúde mental.

DSC_0030

Esta mesa contou com a participação do coordenador do Programa Entrelaços, o psiquiatra Alexandre Keusen, a diretora do Instituto de Psiquiatria da UFRJ (IPUB), a psiquiatra Maria Tavares Cavalcanti, e a substituta da subsecretária de atenção primária, promoção e vigilância em saúde (SUBPAV – Prefeitura do Rio de Janeiro), a pediatra Dayse Demori Gomes da Silva Peres.

Nesta mesa foi reforçada a importância da união de familiares e pacientes para uma maior representatividade nos serviços de assistência, buscando um maior protagonismo na rede de saúde mental, seja integrando as equipes ou desenvolvendo iniciativas próprias, lideradas por eles, que possam ser espaços de reabilitação e apoio.

Assista ao vídeo da Mesa 3!


Conheça os grupos de apoio a pares na cidade do Rio de Janeiro

• GRUPO “ABRA A SUA MENTE”: Igreja Batista Itacuruça – Praça Barão de Corumbá, 49, Tijuca.

→ Descrição: o grupo é composto de familiares e pacientes e se reúne uma vez por mês em datas específicas, aos sábados pela manhã. Para maiores informações contactar um dos coordenadores do grupo – Amaury (tel: 97235-2882 / e-mail: amaurycavalcanti@outlook.com).


• GRUPO “É POSSIVEL!”: Auditório da Unidade de Saúde Manoel Ferreira, Rua Silveira Martins, 161, Catete.

→ Descrição: o grupo é composto de familiares e se reúne uma vez por mês em datas específicas, aos sábados pela manhã. Para maiores informações contactar um dos coordenadores do grupo – Clarice Nunes (tels: 2245-5568; 99923-3429) e Pedro Nin Ferreira (tel.: 2210-1256) ou pelo e-mail: familiaresepossivel@gmail.com
Website: http://www.grupoepossivel.com.br


• GRUPO “MENTES EM AÇÃO”: Rua Sete de Setembro 151/153, acesso por dentro da loja Casa da Criança, Centro do Rio.

→ Descrição: o grupo é composto de familiares e pacientes e se reúne a cada quinze dias em datas específicas, aos sábados pela manhã. Para maiores informações contactar um dos coordenadores do grupo – Luiza Lins (tel.: 99236-1268 / e-mail: luizalins@bol.com.br) e Gustavo Meano (e-mail: gustavomeano@gmail.com).
Facebook: https://www.facebook.com/mentesemacao
Website: http://www.mentesemacao.org


• GRUPO “CONSTRUINDO HORIZONTES”: Auditório do Centro Municipal de Saúde Dom Helder Câmara, Rua Voluntários da Pátria 136, Botafogo (próximo ao metrô).

→ Descrição: o grupo é composto de familiares e pacientes e se reúne a cada quinze dias em datas específicas, aos sábados pela manhã. Para maiores informações contactar um dos coordenadores do grupo – Kathiuska Alvarez (tel.: 99922-4434 / e-mail: kalvarez@uol.com.br) e Graça Muniz (tel.: 99737-4897).


• GRUPO “TRILHANDO CAMINHOS”:

→ Descrição: o grupo tem a proposta de proporcionar lazer aos pacientes portadores de transtorno mentais, acompanhados de seus familiares ou cuidadores, realizando passeios, encontros psicoeducativos, partilhas, dinâmicas de grupo, relaxamento e brincadeiras – Ana Maria Marinho e Silva (tel: 98794-5544 / e-mail: marinhoesilva@yahoo.com.br).


1 comment

Jordan Freitas de Moura - 26 de setembro de 2018

Os grupos são fundamentais pois questionam familiares e sociedade e coletivamente houve uma evolução positiva ao longo da história dos clientes os quais constituíram família filho e como sujeito cidadã o digno amparado pelos direitos sociais e valorizando sua superação e atuação num certo protagonismo dos seus e no coletivo uma positiva história foi contada mostrando que sempre é possível vencer..e só estudar ter fé e praticar o bem descrito nas Escrituras minha visão dentro todo.
Agradeço HMNS, família e familiares e as pessoas que nos querem bem.
Set 2018
Jordan Freitas de Moura
Cidadão
Marido
Pai de Família com um filho de 12 anos
Viu como e possível
Sou a prova viva disto
Obedeça ao tratamento e seja um cidadão pleno do Brasil.

Add your comment