Blog

Blog

Nomeado novo coordenador de saúde mental do Ministério da Saúde.

Editor do Portal 20 de fevereiro de 2017 Blog, Noticias 3 comments
featured image

Desejamos muita sorte e grande êxito ao Dr Quirino Cordeiro à frente da Coordenação de Saúde Mental do Ministério da Saúde. Não lhe falta competência, conhecimento e boa vontade para melhorar a assistência e a política pública numa área de vital importância para a saúde da população.

Mais uma conquista para a saúde pública foi registrada através de portaria do Ministério da Saúde. O médico Quirino Cordeiro Junior assume a cadeira de Coordenador-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde.

Com cerca de vinte anos de experiência em psiquiatria e trabalhador da saúde mental, como ele mesmo se apresenta, o Dr. Quirino Cordeiro desenvolveu pesquisas científicas sólidas na área acadêmica, tendo atuado como Professor Adjunto e Chefe do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), bem como Professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“É uma grande honra, uma grande satisfação, para mim, assumir a coordenadoria nacional de saúde mental. Esse é o maior desafio da minha carreira”, declara o psiquiatra, que também é vice-coordenador do Departamento de Ética de Psiquiatria Legal da Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP. Sobre as suas aptidões para o cargo que agora passa a ocupar, o Dr. Quirino afirma se sentir preparado para o trabalho, tendo em vista suas experiências nas áreas acadêmica, assistencial, de gestão e política.

Conheça o novo Coordenador-Geral de Saúde Mental do Ministério da Saúde

Graduado em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), onde também cursou sua residência, seu doutorado em Psiquiatria e duas especializações na área da saúde, em Bioética e Medicina Legal, Quirino Cordeiro Junior possui Título de Especialista em Psiquiatria e Certificação de Atuação em Psiquiatria Forense. Em sua carreira profissional, atuou sempre em serviços públicos ou vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Sua experiência como médico da rede de assistência pública faz com que ele tenha amplo conhecimento das dificuldades enfrentadas pela população geral no atendimento à saúde mental. “Isso com certeza vai me ajudar a identificar todas as deficiências e dificuldades da assistência aos pacientes e poder propor coisas novas, que possam efetivamente ajudar as pessoas”, declara o novo coordenador.

Sobre a sua atuação à frente da Coordenadoria, o psiquiatra afirma que terá como principal premissa o atendimento multidisciplinar aos pacientes, baseando-se em sua experiência, não somente prática como científica. “Me comprometo inicialmente a trabalhar junto com as associações de familiares, de pacientes, junto aos movimentos de trabalhadores pela saúde mental, junto a todos os atores que atuam em prol da saúde mental, sendo psiquiatras ou não. O meu trabalho vai ser focado na atuação multiprofissional, no diálogo, no trabalho conjunto e diário com colegas de outras profissões da área de saúde mental, porque só assim a gente vai conseguir formar uma frente multidisciplinar para superar todas as dificuldades”.

Quirino Cordeiro Junior também atuou em comitês e câmaras técnicas na área de saúde mental, a exemplo da Câmara Técnica de Psiquiatria do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP), onde coordenou as fiscalizações dos Hospitais de Custódia do Estado de São Paulo, e da Câmara Técnica de Políticas sobre Drogas da Coordenação de Políticas sobre Drogas da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. “Com certeza, [estas atuações] proporcionaram contato também com as dificuldades enfrentadas por nossos pacientes, e essa experiência junto a órgãos deliberativos de políticas púbicas, como comitês e câmaras técnicas, com certeza vão me dar um instrumental para que eu possa desempenhar o meu trabalho com maior eficiência no Ministério da Saúde”, comenta o coordenador.

Para o presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, Antônio Geraldo da Silva, “a nomeação deste técnico para a Coordenadoria-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde é uma conquista para a saúde pública brasileira. Quirino Cordeiro Junior tem uma invejável experiência acadêmica e vivência na assistência pública em saúde mental, caracterizando-o como um profissional de grande força de vontade, além de um excelente pesquisador e ser humano admirável”.

Fonte: ABP – Associação Brasileira de Psiquiatria

3 comments

Salete Monteiro - 21 de fevereiro de 2017

Parabénsss grande notícia, que interessa a todos nós que buscamos qualidade de vida .

Marta Pedral - 25 de fevereiro de 2017

Que agradável surpresa.Eu o conheci menino!

Sandra Uchoa - 28 de fevereiro de 2017

É com esperaça que recebo a noticia da nomeação do Dr. Quirino; na verdade conheci sua trajetória pelo relato que aqui consta e o identifica. Entretanto, o que me reacende a esperança é sua fala revelando ações de aproximações com as Associações de Familiares, as quais representam a genuína história dos sofrimentos para se fazer cumprir o direito ao tratamento digno, técnico e consonante com a necessidade de cada sujeito portador de transtorno mental.
Dr. Quirino, todos nos trabalhadores em saude mental e familiares, estamos aguardando e torcendo por ações efetivas.
Sandra Uchoa
CRP-17/0461
Trabalhadora do Hospital Severino Lopes – Natal- RN

Add your comment