Blog

Blog

Passo a passo para se conseguir o medicamento de alto custo pelo Estado

Editor do Portal 29 de janeiro de 2013 Artigos, Blog 84 comments
featured image

Apesar de ser um direito autorizado por lei, conseguir medicamentos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) nem sempre é fácil. Quem não tem condições de arcar com remédios e tratamentos pode recorrer à rede pública, mas sabe que poderá enfrentar burocracia, filas e demora. Até porque o governo tem autonomia para negar pedidos que achar inválidos, já que também depende de repasses federais e estaduais. Diante disso, a população pode recorrer de diferentes maneiras até provar que realmente precisa do remédio. A quem e como recorrer? O R7 responde.

Para esclarecer essas questões, consultamos os advogados especialistas em Direito da Saúde, Tiago Matos Farina, diretor jurídico do Instituto Oncoguia e Vinícius de Abreu, representante jurídico da Ong Saúde Legal, que apontam dez passos necessários para conseguir os medicamentos.

Primeiro passo

Apresente o Cartão Nacional de Saúde

Para conseguir um, basta você se dirigir a qualquer posto básico de saúde e apresentar o documento de identidade e comprovante de residência. A carteirinha será feita na hora. Leve também uma cópia simples do documento.

Segundo passo

Apresente uma cópia do documento de identidade

Para todos os efeitos, leve também o exemplar original junto a uma cópia simples.

Terceiro passo

Apresente o laudo médico preenchido

O laudo médico para solicitação, avaliação e autorização de Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica geralmente é fornecido e preenchido pelo próprio médico. Caso ele não forneça, peça o formulário em uma unidade de saúde e volte ao consultório para ele preencher.

O laudo detalha aspectos da doença do paciente e do tratamento, de modo a deixar clara a necessidade do uso do medicamento. Nesse relatório, o médico deve mencionar o código da doença na Classificação Internacional de Doenças e indicar seu número de cadastro no Conselho Regional de Medicina, assinar e carimbar o seu nome completo. Leve uma cópia simples junto a original.

Quarto passo

Apresente a receita médica

O laudo médico não exclui a necessidade da apresentação da receita médica, que deve ser anexada junto com os demais documentos. Nela, o médico deve mencionar o nome do remédio com seu princípio ativo e o nome genérico, a quantidade necessária a ser usada por dia, semana ou mês e a indicação de comprimidos, frascos ou refis. A receita é válida somente por 30 dias. Leve uma cópia simples também.

Quinto passo

Apresente uma cópia do comprovante de residência

É mais seguro levar a unidade de saúde o exemplar original junto a uma cópia simples.

Sexto passo

Vá a uma das unidades responsáveis pelos remédios de alto-custo

Informe-se na unidade de saúde onde você passou por consulta ou onde pegou o laudo médico sobre esse espaço. Somente neles você poderá fazer o pedido administrativo do remédio. Essas unidades funcionam geralmente de segunda a sexta-feira das 7h às 17h30 e aos sábados das 7h às 10h. Lá, apresente a lista de documentos listados abaixo.

Sétimo passo

Peça cópia do protocolo do pedido

Ao fazer o pedido, peça uma cópia do protocolo. Isso fará toda a diferença se você não receber o medicamento. Para poder ingressar com uma ação judicial, você vai precisar do documento que comprova que houve solicitação. Feito isso, o funcionário que pegou os documentos vai iniciar um procedimento administrativo para obtenção do medicamento. Por meio de um telegrama, você saberá quando e onde – geralmente uma unidade de saúde mais próxima de sua casa – o remédio vai estar disponível. No entanto, não há prazos regulares, podendo ser entregue na hora, em dias ou em até três meses (em casos extremos).

Oitavo passo

Fazer um requerimento administrativo

Nem sempre os pedidos são aceitos, mesmo casos considerados urgentes. Quando isso acontece, o paciente pode entrar com um requerimento administrativo na Secretaria de Saúde de seu estado ou com uma ação na Justiça. O procedimento é simples: o paciente escreve uma carta informando ter determinada doença para qual o médico lhe receitou o medicamento. O pedido médico deve estar anexado ao documento.

É possível partir para uma ação judicial tão logo ocorra à negativa, mas, segundo os advogados, vale fazer o requerimento primeiro porque, além de não haver necessidade de um advogado para isso – qualquer pessoa pode fazer – o juiz pode não dar ganho de causa justamente por achar que o paciente “queimou etapas”, explica Farina.

– Muitas vezes o juiz não dá ganho de causa ao paciente alegando que não entrou anteriormente com o pedido administrativo. Se o paciente não receber o medicamento em até 15 dias, pode entrar com medida judicial.

Nono passo

Procure um Juizado Especial da Fazenda Pública

Qualquer pessoa pode ingressar com ações nos Juizados de forma gratuita e sem a necessidade de contratar advogado. Mas isso só é possível desde que o custo do medicamento seja de no máximo 60 salários mínimos, num período de 12 meses. Em alguns estados brasileiros, os Juizados Especiais ainda não estão em pleno funcionamento. Por isso, vale checar se já há um juizado no seu Estado de origem.

Os Juizados Especiais da Fazenda Pública foram criados para julgar causas contra Estados, Distrito Federal e Municípios, ou seja, é por essa via que uma pessoa comum pode processar o governo. Portanto, cabe a esses juizados apreciarem ações de fornecimento de medicamentos, disponibilidade de vagas em leitos de hospitais e UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), além de realização de exames e cirurgias.

Décimo passo

Procure a Defensoria Pública

Os defensores públicos são advogados que prestam serviços gratuitos de orientação jurídica e de defesa para quem não pode pagar um advogado. Via de regra, o defensor público atende pessoas que têm renda familiar de até três salários mínimos. É indicado para casos de urgência. Ao entrar em contato com um, mostre os mesmos documentos que foram entregues na unidade de saúde junto à cópia do protocolo. Ela é a prova de que houve a solicitação para contestar a negativa.

Fonte R7

84 comments

maria - 17 de fevereiro de 2013

ola dr leonardo bom dia gostaria de fazer uma pergunta a pessoa com esquisofrenia tomando antpsicoticos pode tomar vitamina d traz algum beneficio ou ela corta o efeitos do medicamento muito obrigada um abraço

joana - 25 de fevereiro de 2013

joana,
boa noite dr leonardo, conheci uma pessoa com esquizofrenia, corro algum risco num relacionamento, tem chance de dar certo ou devo abandona-lo.

essa resposta é muito inportante para mim.
boa noite e obrigado

CARLOS ROBERTO DIAS FERREIRA - 27 de fevereiro de 2013

POR FAVOR TIVE AVC EM OU/2012, MAS MEU M,EDICO INFORMOU QUE O SAPHRIS 5,0 MG JÁ FOI TESTADO COM SUCESSO.
ALGUÉM TEM ALGUMA IFORMAÇÃO E COMO ADQUIRIR, E O PREÇO.
carlosrdf57@gmail.com

Leonardo Palmeira - 1 de março de 2013

Joana, isso eu não tenho como responder, não acho que a doença seja motivo para dar certo ou não, mas a pessoa que está por trás da doença. Existem pacientes que se tratam e vivem uma vida normal, inclusive do ponto de vista afetivo, leia os depoimentos no site e participe da comunidade do portal que você verá inúmeros exemplos disso. Conheça melhor seu parceiro, no tocante ao transtorno, leia mais e aprenda sobre a doença, até para que possa ajudá-lo a superar seus obstáculos e a ter uma vida melhor. Boa sorte e um abraço!

rute - 5 de março de 2013

ola dr poderia me responder uma duvida qual a relaçao vitamina e esquisofrenia aguardo sua resposta abraços

karin - 11 de maio de 2013

Bom dia, tenho uma pessoa na minha família com essa doença, faz pouco tempo que descobrimos e com isso não são todos familiares que acredita.
Muitos acredita que seja falta de caráter, preguiça, uso de drogas.
Depois de varias crises, vários acontecimentos, a família não quer mas saber, hoje ele esta internado em uma clinica no Ipiranga, mas não tem visitas de familiares e nem amigos.
quero muito ajuda-lo e mostra pra FAMILIA que existe essa doença, mas não sei como agir.
Gostaria de uma resposta de como agir com URGENCIA?

Ele foi criado com meus avós, a Mãe dele abandonou ele ainda recém nascido, e o Pai fez uma outra família.

Flávio Gomes - 14 de junho de 2013

Tomo Haldol 5mg e Amplictil 25 mg e apresento manias{roer unhas e outras),diminuição na concentração e memória e penso em cometer suicídio,peço informações se tomando um medicamento de segunda geração estes sintomas podem desaparecer?Qual medicamento pode ser usado no meu caso?
Apresento um quadro de esquizofrênia paranóide.

Ivo Alves - 2 de agosto de 2013

Bom dia, a minha esposa vai ter que tomar a imunoglobulina anti RH aos 7 meses de gestação, pois ela possui fator RH Negativo e eu Positivo, estamos realizando as consultas pelo plano de saude Unimed. Gostaria de saber se o Plano fornece esse medicamento, ou se teremos que recorrer ao Alto Custo, pois ele consta na lista dos medicamentos fornecidos. Se tivermos que recorrer ao Alto Custo, gostaria de saber se o próprio médico que estamos sendo atendidos pelo Plano de Saude pode preencher a solicitação, ou se tem que obrigatóriamente ser feito por algum médico do SUS.
Por favor, preciso saber a resposta com urgencia, pois é muito caro e não podemos comprar.
Obrigado!!!

Suely Pereira - 5 de agosto de 2013

Boa tarde!

Tenho uma irmã com 29 anos, tem Síndrome de Down e desde o ano passado está tendo crise psicótica, está sendo acompanha por um psiquiatra e psicólogo, já usou vários remédios, foi encaminhada para o neurologista, fez ressonância magnética e não deu nada.. mas não estamos vendo melhoras. ela tem alucinações e nas crises fica se tremendo toda… não sabemos mais o que fazer, estamos entrando em desespero. Por favor nos ajude!!!!

Leonardo Palmeira - 6 de agosto de 2013

Ivo, normalmente o médico particular também pode fazer o pedido, ele precisa emitir um laudo e preencher a guia LME que pode ser baixada pela internet. Em nosso site você encontra mais informações em Medicamentos no SUS. Boa sorte!

leo - 9 de novembro de 2013

parabéns doutor Leonardo o site e o blog tem me tirado muitas duvidas,essa dica de como conseguir medicamento alto custo pelo sus é muito boa.
obrigado pelos esclarecimentos.parabéns pelo blog e site.

Ludimila de Souza Cruz - 16 de maio de 2014

Bom dia, meu enteado mora conosco aqui no Brasil, mas é francês e precisa tomar Invega Sustenna, posso proceder do mesmo jeito?

Claudia Candida de Melo - 12 de outubro de 2014

Olá…Doutor me orienta por favor…Meu irmão foi internado,na verdade ele nem precisava disso o medico interpretou errado em fim ficou quase dois meses…e o laudo de esquisofrenia paranoica,que e raro a internação de um paciente com essa doença,(lee sobre isso não sei se estou errada.)em fim ele se isola do mundo ,já teve algumas alucinação ,hoje não tem mais passou por umas crises em familia na qual meu pai batia muito na minha mãe.Então começou a se trancar não sair mais de casa,não falar com ninguém,sempre no mundo dele.e nesse episódio da internação foi porque ele pegou um cabo de vassoura e colocou um monte de prego na ponta,então meu pai se sentiu ameaçado,e chamou o Samu e foi aquela situação,policia,bombeiro parecia que ele era o pior…estava no sofá sentado tranquilo e levaram ele,eu fui junto uma médica psiquiatra do plantão decidiu enternar,como se o paciente não estava com crise,nada…e isso foi se arrastando até ele ser transferido p uma Clinica mental São João de Deus em Pirituba.isso tudo durou quase dois meses.,e ele entrou sem saber qual era o grau dele e veio equisofrenia paranoica,ele teve alta mas ninguém avisou a familia,mas as visitas era todos finais de semana…passei o caso para Ubs eles fizeram uma visita a ele e nós disse que lá não era o lugar para ele ficar…no outro dia fui retira-lo de lá mas sem um laudo,sem medicação..E minha queixa e que os remédios fizeram muito mal a ele,ele é outra pessoa literalmente ficou lesado bobo….desde a alta dele ele não para de andar o tempo todo,a madrugada toda e quando para se treme todinho então ele acha que andando para……O que eu faço p esses remédios sair do corpo dele se é o certo….o que Faço…mandaram ele fazer tratamento no caps mas lá também são pacientes com um grau de loucura de verdade e ele não é assim…Naaaaão sei o que faço…ele presciza de ajuda essa internação acabou com meu irmão (Cláudinei Candido de Melo)obrigado Doutor me rsp por favor….

Claudia Candida de Melo - 12 de outubro de 2014

cotinuando o email Dr.o meu irmão Cláudinei tem 30 anos e foi a primeira internação dele e das vezes que levei ele algum psiquiatra ele me dizia se eu amasse realmente meu irmão não internasse ele,e que precizava de ajuda pscologica e mais de muito amor da familia e isso ele nunca teve estou nessa luta p ter meu irmã bem porque amo ele.

Mariah sotnas - 26 de outubro de 2014

Doutor,
Peço me enviar a resposta pelo e-mail, por gentileza
Fiz um pedido de medicamentos para meu filho, na Farmácia de Minas. Levei toda documentação, como relatório médico,receita, comprovante de endereço. O rapaz que me atendeu consultou e me disse que não fornecem aqueles remédios. Ele disse que vai me dar uma “NEGATIVA”.Lendo as suas instruçoes do Passo a Passo, vi que para entrar com outro pedido (administrativo) só vamos conseguir se o remédio custar 60 mil em 12 meses.
Não entendi muito bem. Um dos remédios do meu filho custa R$300,00 (é o Venvanse), os outros ficammais ou menos em 200,00 por mês (é a venlafaxina e o Risperidona). Meu filho atualmente tem um salário de R$520,00.
O senhor acha que devo continuar buscando essa medicação gratuita para ele? Será que existe a possibilidade de ele conseguir?
Agradeço imensamente a sua atenção e aguardo sua resposta. Mariah Sotnas

ALANA - 24 de fevereiro de 2015

Boa tarde,
Sou gestante e ja tive trombose, minha gestação é de risco pois tenho alteração genetica e sendo assim tenho grande chance de aborto e de ter trombose durante a gestação.
consulto com o um vascular que me receitou tomar anticoagulante durante a gravidez porem esses medicamentos não tem pelo sus, o custa da injeção que eu preciso tomar é de 40 reais sendo que tenho que tomar uma por dia.
Não tenho condições de comprar essas injeções, entrei com pedido na secretaria de saúde mas eles negaram, por não terem esse medicamento.
O que devo fazer?
Se eu entrar na justiça, quanto tempo eles podem demorar pra aprovar?
Obrigado.

Rosangela - 27 de março de 2015 - 28 de março de 2015

boa noite,
preciso tomar a injecao zoladex 10.8 como faco para ganhar na farmacia do sus

Rosangela - 27 de março de 2015 - 28 de março de 2015

boa noite,
como faço para ganhar pela farmacia de alto custo a injecao zoladex 10.8 para endomedriose

luiz antonio grabner - 13 de agosto de 2015

boa tarde
preciso tomar 10 aplicaão do medicamento avstim este medicamento custa 1.500.00 cada . sou aposentado dos correios eo plano de saude postal saude se recusa em pagar. o que posso fazer .
obrigado grabner

Editor do Portal - 24 de agosto de 2015

Procure a defensoria pública de seu estado.

igor - 8 de setembro de 2015

Boa Noite , sei que é sobre outro medicamento assunto, mais estou tomando Roacutan, faz dois meses e pego pela farmácia alto custo gratuitamente, porém agora fui pegar nova caixa, não tem medicamento faz já 10 dias que estou sem alegam que e problema com fornecedo, r tem alguma forma de fazer acelerar essa entrega? posso perde resultado do
tratamento e ter que recomeça.

Editor do Portal - 21 de setembro de 2015

Igor, você precisa se informar com seu médico.

Jucilea - 5 de outubro de 2015

Olá Doutor tomo Amato gostaria de saber como proceder para conseguir na rede pública desde já agradeço.

Ruan - 9 de novembro de 2015

Doutor, à dois meses a farmácia do estado não fornece meu medicamento, o mês passado recebi uma doação da empresa que eu trabalho pois não poderia ficar sem o medicamento. A distribuição do remédio não foi normalizado e já faz 60 dias que o mesmo não é entregue. O que devo fazer? Quanto tempo uma situação dessa demora pra ser resolvida judicialmente?

Mariana - 11 de novembro de 2015

Levei minha filha ao médico pq ela tomou uma vacina mal aplicada e ele veio passar Ibuprofeno e remédiod de verme para uma criança de 4meses aonde a perninha dela inchou e causou ferida e febre muito alta,a vacina foi aplicada acima do normal,o que devo fazer?!

Editor do Portal - 25 de novembro de 2015

Mariana, precisa leva-lo ao médico, pode ter sido uma infecção no local da injeção ou reação da vacina.

Editor do Portal - 26 de novembro de 2015

Ruan, impossível dizer, pois em cada caso a demora é variada, pode ser por indisponibilidade do medicamento na farmácia do Estado ou Município, por demora da justiça. O ideal seria consultar seu advogado ou o defensor público.

luciana - 25 de dezembro de 2015

Oi,,tenho duvida,vou precisar do depakene pra tratamento e qro buscar no posto, e quando acacar o medicamento em casa tenho sempre q pegar a receita no hospital toda vez?

Editor do Portal - 26 de dezembro de 2015

Luciana, normalmente a medicação é dispensada mensalmente. Há casos em que pode ser a cada 3 meses. Sugiro se informar na Secretaria de Saúde de seu município.

Silvia Aparecida Barbieri - 30 de dezembro de 2015

Bom dia Dr Leonardo: Preciso de um conselho :Tenho trombose venosa profunda de fator V cinco, desde o começo do tratamento faço o uso de Xarelto de 20mg! Só que esse medicamento não tem na unidade de saúde.Fiz um pedido a secretaria da saúde levei um formulário preenchido e assinado pelo médico
tudo certinho. Só que esperei 60 dias para obter a resposta, de que Xarelto não esta disponível e o que esta disponivel para esta doença é a Varfarina .
Mas eu não estou fazendo uso da Varfarina porque esse medicamento requer controle de sangue a cada 15 dias, E eu tenho um problema serio em colher sangue. Por esse motivo eu optei em fazer o uso do Xarelto, mas ele é um medicamento de alto custo para mim e mais que tenho que usar daflon ou Venalot pra circulação. Pois não tenho condições de comprar esses remédios todo mês. O que eu devo fazer? Eu tenho o protocolo de que eu enviei a solicitação do medicamento.Será que eu devo consultar um advogado? POR FAVOR SE POSSIVEL deixe a sua resposta aqui para mim . desde ja muito obrigada.

Editor do Portal - 30 de dezembro de 2015

Silvia, você pode consultar um advogado ou a defensoria pública do seu estado.

Veronica - 23 de fevereiro de 2016

Injeção zoladex

Edirle Soares - 27 de abril de 2016

Bom me chamo Edirle sou mãe de uma criança de quatro anos nasceu com um problema no intestino ele faz tratamento no hospital Alberto Sabin. No começo tudo bem mas agora meu filho foi diaquinosticado com a doença de chron precisa tomar medicamentos mas dês de Janeiro que não vai pro hospital ele toma azatioprina e prednisona mesalazina a moça que trabalha lá dis que não sabe quando vai chegar meu filho está tomando pq ele recebê doação de pessoas que tem o mesmo problema dele é não sei mas oque eu vou fazer

Ana Kelly - 18 de maio de 2016

Bom dia, acima foi esclarecido como fazer para obter medicamentos do componente especializado e para medicamentos manipulados, como podemos proceder?

MARIA DE FATIMA ARAUJO - 19 de maio de 2016

preciso comprar meus remedios meu e da minha irma e naõ posso naõ quero só os remedio meu tel-73 988 xxxx 76

Editor do Portal - 20 de maio de 2016

Ana, medicamentos manipulados não são fornecidos pelo Estado. É necessário ver pelo princípio ativo qual o medicamento correspondente disponível nas farmácias, geralmente o princípio ativo do medicamento manipulado pode ser encontrado em farmácias.

Andreia seixas silva teixeira - 23 de maio de 2016

bom dia , gostaria de saber se consigo leite se soja pelo sus , pois eu tenho uma filha de 1 ano e 7 meses que não pode consumir leite de vaca nem lactose , ja tenho formulario preenchido , receita ,e relatorio , só que são pelos medicos de convenio , e fui informada que posso não conseguir por eu terconvenio acontece que os leites são caros e não tenho condições de comprar e fiz convenio pois consulta d epediatra é muito dificil obrigada Andreia

Jonathan - 26 de maio de 2016

Boa noite Dr.

Como suspender o uso do medicamento, não irei precisar tomar o medicamento, o que devo fazer para suspender o recebimento do medicamento. Att

Editor do Portal - 2 de junho de 2016

Andreia, talvez você possa se informar melhor na defensoria de seu Estado.

Andréia - 16 de agosto de 2016

Boa noite, gostaria de saber se é possível conseguir pelo Sus vitaminas como o materna , neutrofer 300mg, venlafaxina(Alenthus xr ou venlift),Depakote ER.
Fiz redução de estomago a alguns meses estou desempregada, tenho a necessidade de tomar as vitaminas, bem como o Depakote Er para enxaqueca cronica refrataria, e o psiquiatra receitou venlafaxina recentemente, pois por um bom tempo fui tratada por compulsão alimentar antes da cirurgia , agora constatou-se que é ansiedade e que esse pode ser o fator que desencadeia as crises de enxaqueca entre outros sintomas.

Regianni - 25 de agosto de 2016

Bom dia, tenho Dolicolon no intestino, preciso fazer o uso de PEG 4000 continuo, tem como conseguir pelo SUS.Obrigado.

Dineia - 6 de setembro de 2016

Meu irmão tem epilepsia, toma remédio conttolado é mto caro o remédio q ele toma e se ele não tmar tem crise mto forte, chega a peeder os sentidos. Gostaria de saber como proceder p ele ter remédio gratuito. Obg!

elias tomas de andrade - 19 de setembro de 2016

ola doutor preciso que me responda rapido … todo medico e obrigado a fornecer na recita o nome do remedio mesmo que nao for ser conprado onde ele indicou? o meu medico dis que nao da nota fiscal porque nao tem enpresa e a prefeitura ia me ajudar mas preciso da nota fiscal o que faço?

Ruan - 28 de setembro de 2016

Tenho o beneficio porém estou desempregado e gostaria de abrir uma Inscrição de Microempreendedor individual ou montar uma sociedade empresarial.
Caso o meu nome esteja vinculado a alguma personalidade jurídica fará com que eu perca o beneficio?

Editor do Portal - 14 de outubro de 2016

Elias, não compreendi sua pergunta. O médico prescreve o medicamento na receita e o paciente ou familiar compra na farmácia. A nota fiscal que o médico fornece é relativa à consulta quando esta é paga. Não entendi a relação da nota com a medicação.

Fabiana Silva - 1 de novembro de 2016

Boa noite Doutor!
Tenho que ser paciente do Sus para conseguir medicação de alto custo? Tenho distonia cervical e faço uso de toxina botulínica (mais conhecida como botox) de quatro em quatro meses…É uma medicação muito cara..e sei que o Sus fornece… Também tenho o direito de receber não é? Mesmo sendo paciente de medico particular? Como devo proceder?

THAIS FARIAS - 19 de dezembro de 2016

Olá Doutor tomava a insulina NPH E REGULAR porém estava tendo muita hipoglicemia ai a dr mudou para glaudina(lantus) e apridra fiz todo o procedimento para conseguir pelo o estado e foi negado dizendo que eu poderia continuar com a que ja usava se a medica passou é pq será melhor para mim, gostaria de saber como proceder para conseguir na rede pública desde já agradeço.

jamires - 12 de janeiro de 2017

oie dr. sou jamires tenho 15 anos tenho 1,40 de altura entaõ atraves de farios e farios isames o meu medico iformo que estou com deficiencia no hormonio GH e baixa estatura que preciso o quanto antes iniciar um tratamento pra o hormonio com uma medicaçaõ (somatropina) só que essa medicaçaõ e de alto custo e naõ temos codiçaõ pra compra esse medicamento entaõ tou com uma duvida tenho medo de tenta corer atraz desse medicamento e o estado naõ aprova da sua parte oque vc acha ? vc acha que ele aprova esse caso ? ou naõ ?

DHAYANE - 13 de janeiro de 2017

Boa tarde
Gostaria de saber como faço um requerimento a mão para solicitar 3 vacinas para meu filho que não tem nas UBS, pq a DRS15 me informou que tenho q levar isso junto com as documentações

Renata Moraes - 31 de janeiro de 2017

Bom dia. Fiz o pedido de Zoladex 10.8 no SUS no RJ desde do dia 07/12/2016 e até agora este medicamento em falta. Como proceder? Tenho uma cirurgia em março de 2017 e dependo deste medicamento. Me ajude.

Add your comment