Blog

Blog

Nutriente colina pode reduzir o risco de esquizofrenia.

Editor do Portal 23 de janeiro de 2013 Blog, Noticias 8 comments
featured image

A colina, um nutriente essencial semelhante à vitamina B reduz o risco de desenvolvimento de esquizofrenia em crianças quando administrado como suplemento dietético nos últimos dois trimestres de gravidez e na primeira infância. A substância é encontrada em alimentos como fígado, carnes, peixes, nozes e ovos. O estudo inova tanto em suas conclusões potencialmente terapêuticas quanto na sua estratégia para atingir os marcadores de esquizofrenia muito antes de a doença aparecer. A colina também é estudada em relação aos potenciais benefícios de doença do fígado, incluindo hepatite e cirrose hepática, depressão, perda de memória, doença de Alzheimer e demência, além certos tipos de convulsões.

Robert Freedman, professor e presidente do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Colorado e um dos autores do estudo aponta que os genes associados com esquizofrenia são comuns, por isso a prevenção tem que ser aplicada a toda a população. Falta agora um acompanhamento de longo prazo para saber se o método é eficaz para diminuir o risco para o desenvolvimento posterior da doença também.

Metade das mulheres grávidas saudáveis neste estudo tomou 3.600 miligramas de fosfatidilcolina cada manhã e 2.700 miligramas cada noite, a outra metade tomou placebo. Após o parto, as crianças receberam 100 miligramas de fosfatidilcolina por dia ou placebo. Oitenta e seis por cento das crianças expostas à suplementação de colina pré e pós-natal, em comparação a 43% das crianças não expostas, teve melhores respostas a um teste clínico feito no bebê durante o sono.

Fonte: O Globo

8 comments

maria - 17 de fevereiro de 2013

dr leonardo gostaria de saber se a pessoa que toma antpsicotico pode fazer usa de vitamina d sem tirar o efeito do remedio muito obrigada

paulo leonardo ladislau da silva - 22 de fevereiro de 2013

Olá Dr. Leonardo e equipe, (meu médico aqui de Natal-RN) disse que até 2020 chegará ao mercado remédios biológicos pois os que eu tomo são sintéticos( tipo frontal e seroquel). Quais são as suas perspectivas? São nobres? Queria fazer contatos com pessoas que tem esquizofrenia paranoica ou não e ‘tentar’ viver uma vida mais reta.
obrigado e entro em contato amanhã!

Sérgio Luís - 10 de março de 2013

Olá, Paulo Leonardo, eu tenho Esquizofrenia paranoide e podemos ser amigos, mesmo virtuais. Meu email é: sergiodiluis@gmail.com
Escreva-me e manteremos contato.

gloraci sandre - 1 de abril de 2013

Eu também quero muito a amizade com vocês.! Estou tendo visões, ouço vozes, e tendo uma insônia que nem placebo 2 mg, esta resolvendo .Esta consulta foi com médico clínico ,, acredito que vou precisar de neuro muito em breve !Grata.

gloraci sandre - 1 de abril de 2013

Gloracisandregs@hotmail.com

JUNIOR - 25 de maio de 2013

DR MINHA AVÓ ESTA OUVINDO VOZES E FICA MUITAS VEZES AGITADA .
AS VOZES DIZEM QUE VÃO MATALA E MEUS TIOS.ELA FICA MUITO NERVOSA.
DIA QUE MEUS TIOS QUER MATALA E TÃO CHINGANDO ELA
INPRICA COM AS PESSOAS.

eliezer - 4 de abril de 2015

dr Leonardo quantos anos vc acha que teremos tratamento para sintomas negativos e cognitivo da esquizofrenia 5 anos talvez?

Editor do Portal - 13 de abril de 2015

Eliezer, já temos alguns tratamentos, como tratamentos psicossociais, p.ex., a reabilitação cognitiva, a psicoeducação de família, em que estudos mostram redução de sintomas negativos e cognitivos. Infelizmente esses tratamentos são pouco utilizados no Brasil. Agora, se você quis dizer medicamentos específicos para sintomas negativos e cognitivos, existem moléculas sendo pesquisadas. Algumas falharam na fase III e por isso não serão lançadas no mercado este ano e nem no próximo. Precisamos aguardar o avanço dos estudos de novas moléculas. Um abraço!

Add your comment