Blog

Blog

Museu de Imagens do Inconsciente.

Editor do Portal 10 de novembro de 2011 Dicas Culturais No comments
featured image

O Museu de Imagens do Inconsciente teve origem nos ateliês de pintura e de modelagem da Seção de Terapêutica Ocupacional, organizada por Nise da Silveira em 1946, no Centro Psiquiátrico Pedro II, e reúne as principais obras de seus pacientes.

Local: Rua Ramiro Magalhães, 521 – Engenho de Dentro ?CEP 20730-460 – Rio de Janeiro ?Telefone (21) 3111 7471
Site: www.museuimagensdoinconsciente.org.br

Leia um pouco da história desta psiquiatra que revolucionou a saúde mental no Brasil:
Nise da Silveira foi uma importante médica psiquiatra brasileira, considerada pioneira da luta antimanicomial no Brasil e contestadora dos métodos terapêuticos tradicionais utilizados em sua época.

Nascida em Maceió, em 15 de fevereiro de 1906, formou-se médica pela Faculdade de Medicina da Bahia, sendo uma das primeiras mulheres médicas do Brasil. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1927 e começou a trabalhar no Hospital da Praia Vermelha. Militante da Aliança Nacional Libertadora (ANL), foi presa em 1936, passando 15 meses no Presídio Frei Caneca.

Foi afastada do serviço público por razões políticas até ser reintegrada em 1944, passando a trabalhar no Centro Psiquiátrico Pedro II, no Engenho de Dentro. Lá fundou a Seção de Terapêutica Ocupacional, utilizando a arte como forma de resgatar a realidade dos pacientes através da expressão simbólica e da criatividade.

Em 1952 fundou o Museu da Imagem e do Inconsciente, um centro de estudo e pesquisa com as obras produzidas por pacientes em seu ateliê. Em 1956 criou a Casa das Palmeiras, voltada para a reabilitação de pacientes de instituições psiquiátricas, almejando a reintegração à sociedade, considerado um projeto revolucionário para a época.

Através de correspondências que mantinha com Carl Gustav Jung, Nise foi estudar no Instituto Carl Gustav Jung em 1958 e 1961, tornando-se a principal divulgadora da psicologia junguiana no Brasil.

Nise foi pioneira na pesquisa das relações emocionais entre animais e pacientes esquizofrênicos, publicando o livro “Gatos – A emoção de lidar”, publicado em 1998.

Seu trabalho ficou conhecido internacionalmente, recebendo convites para simpósios e congressos no mundo inteiro. Entre 1983 e 1985 o cineasta Leon Hirszman realizou o filme “Imagens do Inconsciente”, trilogia com obras realizadas pelos pacientes a partir de um roteiro criado por Nise.

Nise da Silveira faleceu em 30 de outubro de 1999 e suas idéias inspiraram a criação de museus, centros culturais e instituições terapêuticas pelo Brasil e pelo mundo:

[arrow_list]
  • “Museu Bispo do Rosário”, da Colônia Juliano Moreira (Rio de Janeiro)
  • “Centro de Estudos Nise da Silveira” (Juiz de Fora, Minas Gerais)
  • “Espaço Nise da Silveira” do Núcleo de Atenção Psicossocial (Recife)
  • “Núcleo de Atividades Expressivas Nise da Silveira”, do Hospital Psiquiátrico São Pedro (Porto Alegre, Rio Grande do Sul)
  • “Associação de Convivência Estudo e Pesquisa Nise da Silveira” (Salvador, Bahia)
  • “Centro de Estudos Imagens do Inconsciente”, da Universidade do Porto (Portugal)
  • “Association Nise da Silveira – Images de L’Inconscient” (Paris, França)
  • “Museo Attivo delle Forme Inconsapevoli” (Genova, Itália)
  • [/arrow_list]

    O Centro Psiquiátrico Pedro II, no Engenho de Dentro, passou a se chamar Instituto Municipal Nise da Silveira. Obras publicadas pela Dra Nise da Silveira:
    [arrow_list]

  • Jung: vida e obra, Rio de Janeiro: José Álvaro Ed. 1968.
  • Imagens do inconsciente. Rio de Janeiro: Alhambra, 1981.
  • Casa das Palmeiras. A emoção de lidar. Uma experiência em psiquiatria. Rio de Janeiro: Alhambra. 1986.
  • O mundo das imagens. São Paulo: Ática, 1992.
  • Nise da Silveira. Brasil, COGEAE/PUC-SP 1992.
  • Cartas a Spinoza. Rio de Janeiro: Francisco Alves. 1995.
  • Gatos, A Emoção de Lidar. Rio de Janeiro: Léo Christiano Editorial, 1998.
  • [/arrow_list]

    Fonte: Wikipédia

    Add your comment